Quanto investir em marketing para seu negócio ter resultados?

Investir em marketing

Quanto investir em marketing para seu negócio ter resultados?

 

A porcentagem do faturamento bruto que uma empresa deve investir em marketing pode variar dependendo de vários fatores, como o setor da indústria, o estágio de crescimento, os objetivos de marketing e a concorrência no mercado. Não existe uma regra fixa ou um valor único que se aplique a todas as empresas.

Neste artigo, falamos um pouco sobre os caminhos para investir em marketing de forma estratégica, com os cuidados necessários para o futuro saudável do seu negócio.

O passo inicial passa pelo entendimento de que o marketing é um investimento e traz soluções para a marca e o negócio, como um todo, levando em consideração o tempo, a frequência e os investimentos corretos.

É o que dizem “o marketing é a alma do negócio”.

Além disso, é importante considerar a estratégia de marketing da empresa. Se uma empresa está buscando uma rápida expansão de mercado, o investimento em marketing precisa ser maior para aumentar a conscientização e conquistar uma fatia maior de clientes.

Por outro lado, empresas estabelecidas e com uma base de clientes leais podem demandar investimento menor, focando mais em atividades de retenção e fidelização.

Qual a recomendação de investimento em marketing?

O investimento em marketing, segundo a pesquisa do eMarketer e Forrester Research, passa por dois momentos: um deles é na fase inicial do negócio, onde são sugeridos investimentos entre 12 a 20% do faturamento mensal bruto ou mais que isso em ações de marketing. O percentual é pelo fato de a empresa ainda ser pouco conhecida e necessitar ganhar espaço e visibilidade para a marca.

Já em outro momento e com o negócio mais conhecido, o investimento sugerido está entre 7 a 12% para manter a constância em publicidade e comunicação.

Mas é importante lembrar que há períodos que podem demandar mais investimentos com datas especiais, por exemplo: Natal, Dia das Mães, Páscoa, Dia Namorados e outras sazonalidades.

Além do momento que o negócio vive, alguns estudos e pesquisas fornecem insights sobre a alocação típica de recursos de marketing em diferentes setores.

De acordo com a pesquisa “CMO Survey” realizada pela Duke University, em 2020, as empresas de médio e grande porte nos Estados Unidos, em média, reservam cerca de 11% do seu faturamento bruto em marketing. Esse valor varia de acordo com o setor, sendo alguns investindo mais e outros menos.

Outra pesquisa realizada pela Gartner, em 2020, sugere que as empresas, em estágio inicial e de crescimento rápido, podem precisar investir uma porcentagem maior do faturamento bruto em marketing para impulsionar o reconhecimento da marca, aquisição de clientes, crescimento e consolidação de fato no mercado.

Conheça mais do seu negócio para investir certo

É fundamental observar que a porcentagem do faturamento bruto que uma empresa deve investir em marketing precisa ser determinada levando em consideração, os fatores específicos do negócio e do mercado em que atua. É recomendável realizar análises internas e considerar benchmarks do setor para determinar uma destinação adequada de recursos de marketing.

De olho em estudos, pesquisas e consciente da importância de se investir em marketing para a vida do negócio, a decisão do gestor sempre deve em consideração os investimentos em marketing como algo contínuo e de resultado evolutivo. E, por falar em estudos e pesquisas, é sempre bom ficar de olho nas tendências de mercado.

Como planejar o investimento em marketing?

Seja qual for o tipo de negócio e segmento que pertence a sua empresa, o primeiro passo é estruturar um bom planejamento de marketing, pois é por meio dele que se terá um guia do que fazer, contendo os objetivos de curto, médio e longo prazos.

Para quem vai abrir um novo negócio ou está no início, o investimento pode ser mais que o sugerido, visto que podem aparecer demandas adicionais.

Por isso, é bom ter tudo estabelecido para facilitar orçamentos pensando em toda comunicação, como por exemplo materiais impressos, desenvolvimento do site, loja virtual, vídeo institucional do negócio, verba de mídia e outros. Além de investir em técnicas SEO, marketing de conteúdo, e-mail marketing, e na gestão das redes sociais.

É muita coisa a se pensar, não é mesmo? Mas, calma! Agências de marketing, como a Midiática, são especialistas nessa jornada e cumprem importante papel no desenvolvimento e evolução de negócios.

Mas em qual estratégia de marketing investir: tradicional ou digital?

Como mencionado, os profissionais de marketing vão direcionar o que é melhor a se aplicar em cada momento, com análise estratégica dosando a medida certa dos investimentos no digital e tradicional, que se complementam.

Marketing tradicional x marketing digital

Primeiro vamos entender um pouco sobre cada uma dessas estratégias, começando pelo marketing tradicional.

A estratégia refere-se aos formatos de publicidade ou promoção que não seja o digital, como outdoors, anúncios impressos no geral, rádio, tevê e entre outros.

Aqui, é fundamental entender que a empresa vai utilizar esses recursos em alguns ou vários momentos, que levem o conhecimento da marca, e também tendem aproveitar os períodos de sazonalidades.

Para quem vai iniciar um negócio, verá muito dessa estratégia, uma vez que é necessário criar toda parte visual para o ambiente físico, logo, cartão de visita, flyers e outros impressos que são fundamentais.

Agora vamos ao marketing digital:

O marketing digital são as atividades que acontecem no universo online como, promoção de produtos e marcas por meio das mídias digitais, tráfego pago, inbound marketing e várias outras.

Nesta estratégia, concentra-se maior público atualmente, com 81% da população brasileira já conectada desde 2021, segundo a pesquisa Tecnologias de Informação e Comunicação no Domicílio – TIC Domicílios.

O digital se destaca pelo alcance que a internet possui. De acordo com o Sebrae, cerca de 87% dos brasileiros utilizam algum tipo de rede social, e é uma das formas mais importantes de interação e comunicação com o público-alvo.

O marketing digital está presente em sites, e-mails, blogs, vídeos, campanhas, prospecção de leads, links patrocinados no Google e outros buscadores. Além de várias vantagens, tem custos menores que os meios tradicionais.

Investir em marketing é vital para qualquer negócio

Investir em marketing gera inúmeros benefícios para as empresas, como mais visibilidade, facilita a divulgação de produtos e serviços, amplia o campo de visão da marca e a leva para o dia a dia das pessoas, tornando mais fácil o processo de compra.

Vamos a alguns exemplos:

Ambev

Ambev é uma empresa brasileira do ramo da cervejaria com produção de cervejas, refrigerantes, sucos, água e chá. O negócio está em constante crescimento e no ano de 2022, o lucro líquido aumentou 13,5%, sobre o faturamento no ano 2021 que foi aproximadamente R$15 bilhões, de acordo com o Valor Investe.

Com certeza, você já deve ter consumido algum produto da empresa ou visto a marca em alguma campanha, não é mesmo? A resposta para esse crescimento está em seu forte investimento em publicidade online e offline, e na aproximação com o público.

Claro

A Claro é uma empresa de telefonia móvel, fixa, banda larga e TV por assinatura. A concessionária tem mais de 90 milhões de assinantes em todo país e obteve uma receita total aproximada de R$10 bilhões no último ano, segundo o Valor Investe.

Claro, você conhece ou já viu algo da empresa, correto? Ela está presente em mídias offline e online, e faz diversas estratégias e investimentos em publicidade na televisão, ações de merchandising em programas globais, como Big Brother Brasil, Encontro com Fátima Bernardes, Domingão do Faustão, entre outros.

Conclusão

Que sua empresa precisa investir em marketing, é fato. A forma como fazer é livre para cada gestor, mas ter conhecimento de mercado e estratégias de marketing eficazes vão fazer toda a diferença na hora de aplicar os recursos. E como dizem o “marketing” é a alma do negócio. Então, fale com quem entende do assunto.

 

 

 

compartilhe

Pular para o conteúdo